please wait...

Crédito Pessoal | MaxCreditus

Os Profissionais do Crédito.

Crédito Pessoal

Crédito Pessoal

Independentemente da finalidade do crédito, ajudamos a encontrar as soluções mais adequadas ao seu perfil, contribuindo para redução de custos.

Crédito Consolidado

A consolidação de todos os créditos pode ser uma solução eficaz para reduzir os encargos mensais com créditos e ganhar uma folga extra no orçamento mensal.

Cartões de Crédito

Disponibilizamos soluções flexíveis a nível da oferta de cartões de crédito em conjunto com os nossos parceiros especializados neste segmento.

Análise independente

Analisamos e propomos a seu pedido crédito em várias instituições financeiras em Portugal de forma independente, para que possa ter as melhores condições de mercado.

Sem Custos para Si

Nossos serviços são comissionados pelas instituições de crédito de forma a prestar o melhor serviços aos clientes, sem qualquer custo.

Z

Oferecemos um serviço gratuito e personalizado

Z

Procuramos as melhores condições do mercado

Z

Tratamos de todo o processo burocrático por si

Estamos ao seu lado para encontrar às melhores condições de crédito.

Pedir propostas

As nossas soluções de crédito ajudam-no a encontrar a melhor decisão financeira associada para si.

O crédito pessoal é um tipo de financiamento que pode ser solicitado para diversas finalidades, tais como: financiar os estudos ou uma formação executiva; consolidar diversos créditos num só; para mobilar a casa, fazer obras ou até adquirir novos eletrodomésticos; comprar carro ou mota; investir em energias renováveis (instalação de painéis solares na habitação ou afins); pagar cirurgias e/ou outras emergências médicas; fazer umas férias de sonho; financiar pequenos negócios; existindo ainda a possibilidade de requisitar crédito rápido. Também é possível solicitar um crédito pessoal sem indicar a finalidade específica do mesmo.

Negociar com vários Bancos

Propostas de crédito auto transversais a diferentes Bancos, otimizando a sua decisão.

Os melhores Spreads

Negociamos os melhores spreads para o seu crédito.

Poupança do seu tempo

Reduza o tempo dispendido na procura por um crédito.

Sem custos

Nossa intermediação de crédito não tem custo para você e inclui garantia de serviços.

Dicas para seu crédito pessoal.

Certifique-se de que não tem nenhum registo de incumprimento no Banco de Portugal

Sempre que pede um crédito a uma instituição financeira (ou mesmo um cartão de crédito), o seu nome fica registado na Central de Responsabilidades de Crédito (CRC), uma base de dados gerida pelo Banco de Portugal, na qual constam todas as pessoas singulares e coletivas que tenham um qualquer empréstimo superior a 50 euros.

A partir do momento que falha o pagamento de uma mensalidade, o seu nome fica imediatamente comprometido no Banco de Portugal e o incumprimento registado no seu Mapa de Responsabilidades de Crédito. Para que o seu pedido de empréstimo pessoal seja aprovado, não pode ter quaisquer registos de incumprimento. Esta é uma imposição legal do Banco de Portugal.

Tenha a sua conta bancária com saldo positivo

Antes de aprovarem o seu pedido de crédito, as instituições financeiras analisam o histórico da sua conta bancária. Caso o seu saldo esteja muitas vezes em saldo negativo, essas mesmas instituições podem considerar que é um cliente de risco. Por isso, é importante que mantenha a sua conta bancária com saldo positivo (e que revele consistência), pois este é um indicador da sua capacidade de cumprir os compromissos assumidos no contrato de crédito.

Comprove que tem uma situação profissional estável

No momento da contratação de crédito, mesmo que se trate de um crédito pessoal online, faça questão de mostrar à instituição financeira que tem a estabilidade profissional necessária para assumir os seus compromissos. Ao fazê-lo estará a demonstrar que o risco que a instituição assume ao emprestar-lhe dinheiro é muito baixo.

Avalie a sua taxa de esforço

Uma das razões pelas quais as instituições financeiras lhe pedem comprovativos dos recibos de vencimento e do IRS deve-se à taxa de esforço. Isto é, através destes documentos, as instituições poderão analisar o seu perfil de consumo e qual o peso que um crédito (ou mais um crédito) terá no seu orçamento mensal.

Recorde-se que a taxa de esforço corresponde precisamente à percentagem do rendimento total do agregado familiar destinada ao pagamento das prestações de créditos. Se o valor da sua taxa de esforço for superior a 40%, há uma grande probabilidade de o seu crédito pessoal não ser aprovado.

Procure ter mais do que um titular na proposta de crédito

Para aumentar a probabilidade de ter o crédito aprovado, é importante indicar dois titulares na proposta de crédito. É natural que as instituições financeiras prefiram mais do que uma pessoa a assumir o compromisso de reembolsar o dinheiro emprestado.

Outros servicos.

Seguros

Peça-nos uma simulação.

Crédito Pessoal.

Se precisa de dinheiro extra para fazer face a um qualquer imprevisto, o crédito pessoal pode ser a solução de financiamento certa para si. Além de ser muito flexível nas condições que oferece, o facto de poder ser solicitado online otimiza não só os processos, mas também o tempo em que o valor demora a chegar à sua conta.

A partir da comodidade de sua casa, pode simular o montante de que necessita, o prazo de reembolso e ficar a saber de imediato a mensalidade a pagar. Depois de tomada a decisão de pedir crédito pessoal, basta submeter o seu pedido e, se for aprovado, enviar a documentação necessária e aguardar que o valor chegue à sua conta.

Crédito Consolidado.

Um dos principais benefícios a apontar na consolidação de créditos reside na redução da mensalidade (que pode ir até 60% menos – portanto, o consumidor pode baixar, para mais de metade, as suas dívidas ao banco). Neste sentido, a taxa de juro poderá igualmente ficar mais apelativa.

Ao proceder à consolidação de créditos, o consumidor passa a ter todos os empréstimos num só banco/instituição financeira, o que auxilia bastante na gestão das dívidas. Ter várias mensalidades dispersas por diversos dias do mês pode ser uma autêntica dor de cabeça na gestão das finanças pessoais. O prazo de pagamento estende-se – o cliente passa a ter mais tempo para reembolsar o montante solicitado. No final do empréstimo poder-se-á pagar um Montante Total Imputado (custo total do crédito) maior, mas fica-se a pagar uma prestação mensal consideravelmente menor.

Os custos “burocráticos” são outro fator no qual se pode cortar quando se procede à consolidação de créditos. Uma vez que o consumidor está a pagar várias comissões por manter várias contas separadas nos bancos onde pediu.

Cartão de Crédito.

Um cartão de crédito é um meio de pagamento eletrónico disponibilizado aos consumidores pelos bancos e outras entidades emissoras que permite comprar bens e serviços ou receber adiantamentos em dinheiro com um prazo de reembolso a ser acordado entre ambas as partes, com ou sem juros.

As instituições financeiras estabelecem um plafond, que é o limite mensal de dinheiro disponível em crédito para o titular e que é baseado, entre outras variáveis, no seu rendimento. Existem vários tipos de cartões de crédito, entre os quais se encontram os que possuem cashback, descontos, pontos, milhas aéreas e ainda os cartões de crédito premium.

Quais os tipos de cartões de crédito que existem?

A maioria das emissoras de cartões de crédito oferecem alguns incentivos para atrair e recompensar os seus titulares, tais como descontos, cashback, milhas aéreas, pontos ou premium.
Com o cartão de crédito com descontos pode-se poupar nas compras ao beneficiar de descontos diretos nos vários parceiros das entidades emissoras.
Já um cartão com milhas aéreas permite acumular milhas com as compras efetuadas a crédito com o cartão para depois serem trocadas por viagens e ainda outras vantagens, tais como acesso a lounges nos aeroportos.
Por seu turno, com o cartão de crédito com cashback, de cada vez que se efetuam pagamentos com recurso a este meio recebe-se uma percentagem (denominada de taxa de cashback) do valor que se gastou, que geralmente varia entre 1% a 3%.
Já os cartões de crédito premium são produtos de prestígio, com as maiores e mais alargadas coberturas de seguros e que, frequentemente, dão acesso a lounges e ao tipo de regalias esperadas de um cartão VIP.
É fundamental ter em consideração os mais variados tipos de cartão de crédito na altura da sua escolha para garantir que se retira o máximo benefício deste produto

Quais os aspetos mais importantes para a escolha do melhor cartão de crédito?

No momento de solicitar um cartão de crédito, os consumidores devem atentar nos seguintes aspetos:

Juros: o “preço” de utilizar dinheiro a crédito. Cada entidade emissora possui uma TAEG (Taxa Anual Efetiva Global) diferente que será cobrada ao cliente caso este não pague o valor em dívida ou liquide apenas o montante mínimo da mesma.

Anuidade: é o custo anual inerente à posse do cartão. De ressalvar que atualmente existe uma variedade de cartões sem custos de anuidade associados ou que oferecem a primeira anuidade.

Limite de crédito: plafond máximo do cartão que poderá utilizar para efetuar pagamentos nas suas compras.

Benefícios associados: deve-se criar um cartão de crédito que, atendendo ao nosso perfil de utilizador, nos permita usufruir de todas as suas vantagens, tais como cashback, descontos ou ainda adesão a programas de milhas aéreas ou de pontos.

Seguros: vários cartões têm pacotes de seguros associados, desde seguro de viagem a seguro de proteção às compras, que protegem o consumidor sempre que este tiver adquirido o produto ou o serviço em questão através do pagamento com o respetivo cartão.

Importa salientar que, para garantir que escolhem o melhor cartão de crédito para o seu perfil e necessidades, os consumidores devem atentar não só às características do produto, mas também ao tipo de utilização que pretendem fazer do mesmo.
Dos descontos à acumulação de pontos ou milhas aéreas até receber dinheiro de volta com as compras realizadas, é possível usar o simulador de cartão de crédito do ComparaJá.pt para encontrar, de forma rápida e sem custos, o produto que mais se adequa às necessidades de cada utilizador.

Quanto tempo demora o meu pedido a ser aprovado?

O tempo de processamento varia de acordo com o emissor. Assim que a requisição for aprovada demorará cerca de 7 a 10 dias úteis até receber o cartão. É essencial certificar, nesse sentido, que se enviou todos os documentos necessários para que a solicitação seja processada rapidamente.
De referir que existem algumas instituições que permitem a pré-aprovação do cartão de crédito online na hora, o que permite tornar o processo mais célere.

Quais são os requisitos para fazer um cartão de crédito em Portugal?

A maioria das instituições financeiras em Portugal exige que se seja maior de idade e residente/cidadão permanente em Portugal. É preciso ainda ter um emprego estável e atender aos requisitos mínimos salariais, que variam de acordo com o tipo de cartão de crédito.
No momento de solicitar o cartão, o consumidor deve garantir que não tem nenhuma situação de incumprimento registada no Banco de Portugal de forma a garantir que o seu pedido de cartão de crédito é fácil de ser aprovado pela entidade emissora.

O que é o cash advance dos cartões de crédito?

cash advance é uma característica dos cartões de crédito que permite ter um montante disponível na conta à ordem para uma situação inesperada. Esta solução permite utilizar o limite disponível no cartão de crédito, sendo feita uma transferência da conta crédito para a conta à ordem do consumidor. Assim sendo, o montante presente no saldo autorizado passa para o saldo disponível.

Existem situações de emergência em que se pode necessitar de dinheiro extra. É nestes casos em que é útil fazer uso do cash advance. Para se ter acesso ao dinheiro, pode-se recorrer a uma caixa Multibanco e fazer o levantamento a crédito.

Existe ainda a possibilidade de se ligar para o banco ou efetuar a operação através de homebanking. Neste caso, o montante solicitado fica disponível na conta à ordem no primeiro dia útil seguinte à realização do pedido.

Antes de se recorrer ao cash advance deve-se ter atenção aos preços praticados pelas instituições financeiras. A grande maioria dos bancos cobra uma comissão pelo dinheiro disponibilizado através desta solução. Ao optar pelo cash advance deve-se saber que a comissão cobrada pelo banco inclui um valor fixo por operação e uma percentagem pelo montante que ficou disponível.
Para além disto, a utilização do cash advance pode também implicar o pagamento de juros caso se escolha reembolsar apenas uma parte do montante utilizado. Estes valores estão disponíveis nos preçários dos bancos e devem ser solicitados sempre que se efetuar uma operação que pode vir a ser cobrada na conta à ordem.

Taxas do cartão de crédito: quais são?

Para além dos custos com o cash advance, o consumidor deve ter atenção às diferentes taxas do cartão de crédito, as quais são essenciais conhecer antes de utilizar este produto que se insere na categoria de crédito revolving.

Sendo algo que varia de cartão para cartão, entre estes encargos acrescidos associados a pagamentos com cartão de crédito poderão encontrar-se:

  • Taxa gasolineira, que é aplicável a transações realizadas em estabelecimentos de vendas de combustíveis;
  • Taxa de processamento internacional, que incide sobre operações efetuadas fora do Espaço Económico Europeu (EEE) ou dentro do EEE noutras moedas que não o Euro;
  • Taxa de Conversão de Moeda Estrangeira, que recai sobre as transações realizadas para pagamento em moedas que não o Euro.

Alguns produtos poderão ainda ter associada uma taxa de não utilização mensal, a qual resulta da não utilização de determinado valor do plafond do cartão previamente acordado com o banco para se obter isenção deste custo. Para garantir que se tem efetivamente um cartão de crédito sem mensalidade é fundamental analisar todas as condições do mesmo aquando da sua contratação.

Existe algum cartão de crédito gratuito?

Várias instituições disponibilizam cartões sem anuidade e isentos de qualquer custo de emissão, sendo este tipo de solução vulgarmente denominada de cartão de crédito gratuito.

Apesar de, regra geral, estes produtos terem uma TAEG mais elevada face a outros produtos com anuidade associada, fazer um cartão de crédito gratuito pode ser uma boa opção, dado que muitas destas ofertas até incluem seguros sem custos, programas de descontos, pontos ou milhas aéreas, e algumas isentam ainda do pagamento da taxa gasolineira.

É possível fazer um cartão de crédito sem mudar de banco?

Sim, é possível. Aliás, fazer um cartão de crédito pela Internet é um processo simples, havendo até vários cartões sem comissão de disponibilização que qualquer consumidor pode pedir online de forma segura.

Qual a diferença entre cartões de crédito Visa e MasterCard?

As principais diferenças entre os cartões Visa e os cartões Mastercard estão nos benefícios dados aos portadores dos cartões. Por exemplo, os cartões Visa têm um seguro de aluguer de automóveis com melhores coberturas do que os da rede MasterCard, mas esta vantagem não se encontra disponível em todos os países. Por outro lado, a MasterCard oferece proteção no retorno do dinheiro em alguns cartões, ao invés da Visa, que não fornece este serviço.

Nos cartões premium, os benefícios estão relacionados com serviços de assistência pessoal, tais como o acesso a bilhetes para espetáculos, reservas de restaurantes e recomendações de hotéis.

Importa esclarecer que ter um produto de qualquer uma destas redes emissoras é garantir que se tem um cartão de crédito internacional, pois a Visa e a MasterCard são os métodos de pagamentos mais amplamente aceites em qualquer país do Mundo.

Como funciona o pagamento dos cartões de crédito?

Quando se escolhe um cartão de crédito, pode-se decidir pagar o que se gastou no início, no meio ou no fim do mês. O montante pode ser reembolsado na totalidade, numa percentagem ou apenas o mínimo, enquanto que o modo de pagamento pode ser por débito direto, dinheiro, cheque, transferência bancária, pagamento em ATM ou homebanking.

De lembrar que optar-se pelo pagamento total do saldo do cartão de crédito implica o não pagamento de juros. Por seu turno, o pagamento parcial implica que o utilizador pague juros sobre o montante de crédito que não foi liquidado no mês anterior. Isso significa que, quanto menos se escolher pagar por mês, mais juros do cartão de crédito terão de ser suportados e mais tempo se vai demorar até se pagar a totalidade do montante em dívida.

Gostamos de ver nossos clientes satisfeitos com todos os nossos serviços.

Por isso a melhor forma de gratificar os clientes que recomendam os
nossos serviços é ajudar naquelas contas do dia-a-dia.
Recomende nossos serviços e recebe uma gratificação.

Conheça a nossa garantia de serviços

A nossa missão é ajudar na concretização dos seus sonhos com as melhores condições do mercado.

Valores

  • Confiança
  • Excelência
  • Compromisso
  • Ética
  • Segurança
  • Transparência

Future

Marca Comercial de

Morada

Rua das Mimosas 17-A

3070-747 Praia de Mira

Portugal

Intermediário de Crédito: Vinculado, registado no Banco de Portugal com o nº 0006010

Mutuantes com contrato de vinculação: NOVO BANCO, SA; BANCO BPI, SA; BANKINTER, SA – SUCURSAL EM PORTUGAL; BANCO CTT, SA; CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS, SA; BANCO SANTANDER TOTTA, SA; ABANCA CORPORACÍON BANCARIA, S.A.; UNION DE CRÉDITOS INMOBILIÁRIOS -ESTABLECIMIENTO FINANCIERO DE CRÉDITO (SOCIEDAD UNIPERSONAL) –SUCURSAL EM PORTUGAL. Sem exclusividade, para a prestação dos seguintes serviços: apresentação ou proposta de contratos de crédito consumidores, assistência a consumidores, mediante a realização de atos preparatórios ou de trabalhos de gestão pré-contratual relativamente a contratos de crédito que não tenham sido por si apresentados ou propostos e prestação de serviços de consultoria.

Apólice Seguro de Responsabilidade Civil: Crédito Hipotecário: 2520213 – Hiscox, S.A. Sucursal em Portugal, válido de 25/06/2020 até 24/06/2021 | Crédito ao Consumo:  2520214 – Hiscox, S.A. Sucursal em Portugal, válido de 25/06/2020 até 24/06/2021.

Centro de Resolução de Conflitos: CNIACC – www.cniacc.pt | CACRC – www.centrodearbitragemdecoimbra.com