please wait...

Comprar Habitação | MaxCreditus

Por sua casa.

Por sua casa.

Somos intermediários de crédito para ajudar na obtenção de crédito com as melhores condições de mercado.

Fale com um agente

Por si trabalhamos com todos as imobiliárias para melhor servir.

Com a mesma garantia dos nossos serviços, tenha um serviço de excelência.

Solicite a busca gratuita e com a maior comodidade do imóvel que você sempre sonhou.

Preencha o formulário, é um profissional ira fazer todo o trabalho por si.

Para si

Tratamos dos contratos:

Seguros

Luz/Gaz

Telecomunicações

Alarmes

entre outros…

 

Trabalhamos com o seu orçamento.

Procuramos a sua nova casa dentro do seu orçamento, em qualquer lugar e sem complicações.

Dicas para comprar casa

Verificar o imóvel
  • Não se deixe levar pelas fotos do imóvel.
  • Faça uma visita ao imovel e verifique todos os detalhes mais importantes para si. A compra requer atenção a cada detalhe, acabamentos, exposição solar, chão aos equipamentos, enquadramento do imóvel, vizinhos, ….
  • De preferência vá com um profissional. Os consultores imobiliários não cobram por esse acompanhamento e são co-responsáveis  na venda do imovel. As imobiliárias tem seguro de responsabilidade civil.
  • Reflita. Se achar necessário marque outra visita, leve um familiar ou amigo em quem confie e peça opinião.
Documentação do imóvel
  • Verifique todos os documentação do imóvel. Se a casa ainda está em construção faça atenção a descrição dos acabamentos e faça todas as perguntas que entender.
  • Certifique-se que toda a documentação do imóvel está atualizada ou que o proprietário não depende de um terceiro para realizar a venda. Deverá solicitar junto do vendedor a Caderneta Predial Urbana e Certidão Permanente atualizada.
Crédito pré-aprovado
  • Com o crédito pré-aprovado fica a saber qual o limite do seu orçamento. Assim, existe grande possibilidade de estar a procurar ou a visitar imóveis que estão fora do seu orçamento.
  • Compreenda todas as cláusulas do empréstimo. Se tiver dúvidas não hesite em perguntar. Assim estará a certificar-se que se trata de um contrato adaptado a si. Na Ficha de Informação Normalizada constam todas as condições de financiamento tais como montante financiado, prazo contratado, spread e indexante associado,cross selling entre outros dados. Já numa fase final é igualmente disponibilizada a minuta prévia as Disposições legais aplicáveis,Taxas e restantes Obrigações e Garantias.
Custo da compra

Se está a pensar adquirir casa deverá também ter em conta custos adicionais, como obras que imóvel precise, escrituras, impostos e deduções e até o condomínio e manutenção da casa.

O consultor imobiliário em que você pode confiar.

Com dedicação e profissionalismo fazemos o nosso melhor pelos nossos clientes.

Sem taxas escondidas

Nossos serviços são realizados com a maior transparência.

Acompanhamento contínuo

Para cada cliente um consultor dedicado para o ajudar.

Poupança do seu tempo

Reduza o tempo dispendido na procura de casa sem qualquer custo para si.

Estamos ao seu lado para encontrar às melhores condições de crédito para a sua nova casa

Pedir propostas

A aquisição de habitação é certamente uma das decisões mais importantes e impactantes na vida de uma pessoa. Deve por isso ser apoiada pelos melhores especialistas de mercado face ao peso que pode representar num orçamento familiar ao longo dos anos.

As nossas soluções de crédito disponibilizadas ajudam-no a encontrar a casa dos seus sonhos e a otimizar a decisão financeira associada.

Negociar com vários Bancos

Propostas de crédito à habitação transversais a diferentes Bancos, otimizando a sua decisão.

Os melhores Spreads do mercado

Negociamos os melhores spreads para o seu crédito à habitação.

Poupança do seu tempo

Reduza o tempo dispendido na procura do melhor crédito à habitação.

Sem custos e com garantia de serviços

Nossa intermediação de crédito não tem custo para você e inclui garantia de serviços.

Compra de habitação.

Vai comprar casa?

Antes de dar um passo tão importante na sua vida, comprar uma casa, conheça todos os custos – comissões, impostos, certidões e entre outros – associados ao processo de aquisição de imóveis e avalie o investimento necessário.

IMT – Imposto Municipal sobre Transações Onerosas de Imóveis

O Imposto Municipal sobre Transações Onerosas de Imóveis é pago sempre que exista uma transação financeira de compra/venda de uma habitação, seja nova ou usada, caso se trate de uma permuta de casa, cedência da posição contratual do comprador, concessão para usufruto e uso do imóvel ou atribuição dos direitos sobre a casa. Este imposto é pago ao Estado no dia em que celebra a escritura da sua nova casa e o valor varia consoante a tipologia do imóvel – Urbano ou Rústico –, a localização – Continente ou Regiões Autónomas – e a sua finalidade – habitação própria e permanente ou investimento.

IS – Imposto de Selo

O Imposto de Selo tem de ser obrigatoriamente pago ao Estado e consiste em suportar uma taxa de 0,8% sobre o valor da habitação, respeitando a seguinte fórmula: IS = Valor do Imóvel x 0.8%

Escritura

A escritura é o culminar do processo de compra de habitação, sendo a formalização da compra e venda do imóvel e que deve ser realizado num Cartório Notarial ou numa Conservatória do Registo Predial. O valor da escritura em Casa Pronta é de 375€, na modalidade de compra com capitais próprios. Os custos dos cartórios ou conservatórias é definido por cada estabelecimento.

Pense em como comprar casa, mas pense também como pagá-la.

A compra de um imóvel com recurso ao Crédito Habitação apresenta mais custos, para além dos mencionados.

Comissões Bancárias

Variam de banco para banco, mas, em média, estes custos rondam os 1.000€. Aqui estão contemplados gastos com comissões de avaliação, gestão do processo, entre outras.

Imposto de Selo

Na compra de um imóvel com recurso a empréstimos, o IS apresenta um custo de 0,6% do valor do financiamento.

Registo

A escritura, nestes casos, é acompanhada por um registo mútuo com hipoteca – conhecido como hipoteca do imóvel a favor do banco – e tem um custo de 700€, em vez de 375€.

Seguros

Quando se dirigir ao banco para dar entrada do processo, não se surpreenda se lhe disserem que existem dois seguros associados à compra de habitação que são obrigatórios: o Seguro de Vida e o Seguro Multirriscos-Habitação.

Cada um destes seguros têm finalidades distintas e, por norma, são exigidos como garantia de risco associado ao crédito habitação. Isto porque os montantes associados a este tipo de crédito são elevados e, por isso, as entidades bancárias precisam de salvaguardar o valor que lhe emprestam.

Importa saber que estes seguros habitação tanto podem ser feitos com as seguradoras parceiras dos bancos ou através de qualquer outra companhia de seguros. Todavia, informe-se devidamente sobre se as condições contratuais serão mais vantajosas se optar pela seguradora do banco onde vai contratar o crédito – até porque pode estar em causa uma bonificação do spread.

Juros

No crédito habitação, uma das decisões mais importantes a tomar é a escolha da taxa de juro: se fixa ou variável (Euribor + Spread). 

Spread trata-se da taxa de lucro cobrada pelas instituições bancárias na concessão de um empréstimo. Para determinar esta taxa, o banco calcula o risco de crédito do cliente (de forma simplificada, é probabilidade de incumprimento do pagamento do empréstimo) e as garantias do empréstimo.

Cross-Selling

Produtos e serviços subscritos pelo cliente do crédito à habitação, que são exigidos pelo banco para atribuição de uma bonificação no spread. Esta prática também pode ser designada por “vendas associadas facultativas”.

Compra de terreno para construção.

A opção de compra de terreno para construção, pode ser bastante vantajosa em termos financeiros e na escolha da habitação, contudo é necessário ter em conta o tempo de construção e os procedimentos administrativos inerentes à construção.

Se não não possui ainda nenhum terreno, o primeiro passo para construir uma casa é procurar um terreno adequado. É muito importante que tenha em conta a localização do terreno, verificando se este tem autorização para construção e acesso a linhas de saneamento e de eletricidade.

Antes de fazer a escritura ou assinar o contrato de promessa de compra e venda, contacte a Câmara Municipal de onde se localiza o terreno e peça o Plano Diretor Municipal. Neste documento, poderá verificar informações como o limite da área de construção, o número de pisos que pode construir, etc.

No crédito para a construção, os valores são disponibilizados em tranches, mediante o avanço das obras.

Taxas de juro

O crédito para construção tem algumas semelhanças, nomeadamente na possibilidade de escolher taxa fixa ou variável. O prazo máximo é, geralmente, até 40 anos, dependendo, no entanto, das condições do banco com um limite de idade de 75 anos dos titulares no final do prazo.

Financiamento controlado

O valor aprovado é disponibilizado mediante o avanço da construção. Só terá de pagar ao banco o valor que for efetivamente gasto. Ou seja, se o valor final de construção for inferior que o valor aprovado pelo banco, só terá de pagar o valor gasto. 

2 anos de carência

Tem 2 anos para concluir a construção após o pedido de crédito, poderá apenas pagar o valor dos juros, começando a amortizar o empréstimo apenas quando concluir a casa.

Impostos

A boa notícia: dado que se trata de uma construção e não de uma compra, não tem de pagar o IMT – imposto municipal sobre as transmissões da casa. Apenas sobre o terreno.

A partir do momento que se torna proprietário de um terreno, terá de pagar o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI). Este é pago todos os anos. Após o registo da casa concluida o Valor do IMI é retificado.

Casas Modulares.

As casas modulares são construídas em fábricas especializadas para tal, e como cada construtora disponibiliza apenas alguns modelos, todo o processo de construção é mais rápido do que o normal. O resultado é ter uma casa nova pronta a habitar num curto espaço de tempo. Esta pode ser uma grande vantagem para quem precisa da sua habitação pronta com urgência.

As casas modulares quando são construídas com bons materiais são casas com uma ótima qualidade e segurança. Por isso, é fundamental escolher bem a empresa que a vai construir, para conseguir o resultado desejado.

Entrave no acesso ao crédito habitação e seguros

Embora o número de empresas de construção de casas modulares tenha aumentado nos últimos anos, as entidades bancárias continuam a apresentar vários entraves para concederem um crédito habitação para este tipo de construção.

Conseguir um crédito habitação para construir uma casa modular é uma tarefa bastante complicada em Portugal.

Feita à medida, dentro das opções pré-definidas

Numa casa de construção tradicional, os proprietários podem pedir um projeto totalmente idealizado por eles. Numa casa modular, todos os projetos já se encontram pré-feitos. O futuro proprietário escolhe por norma um dos projetos em catálogo daquela construtora, e depois poderá fazer alguns ajustes e alterações.

Poucas são as empresas de construção de casas modulares em Portugal que permitem uma liberdade total de idealização da casa que vai ser construída. E isto, para algumas pessoas, pode ser uma grande desvantagem, se tiverem uma ideia bem definida da sua casa de sonho.

No entanto, as casas modulares permitem uma escolha variada de designs, bem como dos acabamentos finais. Mas deve ter sempre em mente que, a casa de sonho, pode ter que ser adaptada às opções existentes da construtora que escolher.

Orçamento detalhado

Todos os pormenores devem ficar definidos, como a aceitação do projeto e da planta, materiais a utilizar e acabamentos finais, o preço já não pode ser alterado. Este tipo de acordo é uma ótima vantagem, pois evita que existam derrapagens no orçamento.

Antes de construír uma casa modular, deve informar-te e acordar todos os pormenores com a construtora escolhida. Existem várias questões, para além da construção e montagem, que deve ter em atenção.

Construída por módulos

Existe sempre a possibilidade de acrescentares ou retirares módulos da mesma, sem que para tal sejam necessárias diversas alterações na estrutura pilar da casa. Este tipo de alterações é uma enorme vantagem, pois permite a criação de mais quartos se tiveres mais filhos, e a redução da mesma quando estes saírem de casa.

O aumento ou a diminuição de uma casa modular deve ser bem pensado e falado com a empresa que vai construir a habitação. Deves ainda consultar sempre a Câmara Municipal e perceber se existem licenças para estas alterações numa casa modular.

Licenciamento

A maioria das pessoas tem uma noção errada no que se refere às casas modulares ou pré-fabricadas. À primeira vista pensam que apenas será necessário ter o terreno, comprar a casa e montá-la nesse mesmo térreo e já está. Contudo, nada está mais longe da realidade.

Tal como consta na legislação vigente, desde que a construção se incorpore no solo com carácter de permanência, o enquadramento legal é exatamente o mesmo do que uma casa de construção tradicional.

Independentemente do tipo de construção, o licenciamento é obrigatório e a legislação aplicável comum, diferindo apenas o método de construção, e assim, o procedimento para colocação de uma casa modular ou pré fabricada num terreno é exatamente o mesmo para a construção de uma moradia nesse terreno.

Se o terreno não permitir ou estiver situado em área que não permita a construção, não será o facto de ser uma casa de madeira que é simplesmente colocada em cima do terreno que fará com que seja permitida a sua instalação. Reitera-se: a instalação de uma casa modular ou casa pré fabricada é sinónimo de construção.

Tal como em qualquer pedido de licenciamento, há que ser apresentado junto da Câmara Municipal competente o projeto de arquitetura, que inclui a memória descritiva, plantas, cortes, alçadas etc. e que lhe são fornecidos pela empresa à qual adquire a casa.

Imóveis da banca.

As instituições bancárias foram adquirindo imóveis devido ao incumprimento no pagamento das prestações de crédito habitação de alguns clientes. Para reaverem o montante investido em clientes que nunca chegaram a reembolsar o empréstimo cedido, os bancos vendem essas casas a preços mais baixos do que os aplicados no mercado e disponibilizam 100% do financiamento.

É necessário demonstrar aos bancos que tem capacidade financeira para suportar os encargos associados a um crédito habitação com 100% de financiamento. Para comprar casa sem entrada é necessário, antes de mais, que a sua taxa de esforço – percentagem dos rendimentos que são utilizados para despesas com créditos – não seja normalmente superior a 33%. Quanto maior for a sua taxa de esforço, mais difícil será pagar as prestações mensais e isso não é bom sinal para o banco.

Mas atenção: se vir um destes imóveis pertencente a banco, então só poderá aceder ao crédito habitação com 100% de financiamento no referido banco. Outro banco, como é óbvio, não o fará.

Os bancos normalmente também tem, em carteira, opções para a compra de terrenos para construção no qual concedem financiamento a 100%.

Quais os documentos necessários para recorrer a um crédito habitação?

A documentação exigida varia de banco para banco, mas os documentos imprescindíveis para uma situação regular de solicitação deste tipo de empréstimo são:

  • Cartão de cidadão ou Bilhete de Identidade e Cartão de Contribuinte;
  • Última declaração de IRS e nota de liquidação;
  • Fotocópia dos últimos 3 recibos de vencimento;
  • Declaração da entidade patronal;
  • Planta de localização do imóvel;
  • Planta do prédio ou fração;
  • Comprovativo de outros rendimentos.

A estes documentos podem acrescer outros, dependendo da instituição bancária e da situação específica do cliente (se é pensionista, se trabalha por conta de outrem, se é não-residente, entre outros).

Porque não podem os bancos financiar mais do que 90%?

Não podem porque a lei portuguesa assim o define.

Após o período de crise financeira em Portugal, os bancos e instituições financeiras tiveram de limitar a concessão de crédito habitação. Isto porque surgiram demasiados incumprimentos de pagamentos.

Assim, o Banco de Portugal aprovou uma nova lei para a concessão de créditos que entrou em vigor a 1 de julho de 2018. Esta lei exige que o rácio entre o montante do empréstimo e o valor do imóvel dado em garantia (rácio Loan-to-Value, em português, “rácio financiamento garantia”) seja de, no máximo:

  • 90% para créditos em habitação própria e permanente (Decreto-Lei n.º 349/98 – Artigo nº 11)
  • 80% para créditos com outras finalidades que não habitação própria e permanente
  • 100% para créditos para aquisição de imóveis detidos pelas instituições e para contratos de locação financeira imobiliária

Como o crédito habitação atinge montantes muito elevados, os bancos querem ter o mínimo risco possível. Por isso, o objetivo é que se consiga ter a certeza que os clientes têm capacidade para cumprir com os seus pagamentos.

Desta forma, para comprar uma habitação própria, as instituições bancárias decidem qual a percentagem que cada pessoa terá de pagar de entrada inicial de acordo com a sua situação financeira e este valor será sempre no mínimo de 10% do valor total da habitação.

Será que posso pedir um crédito pessoal para financiar a entrada inicial?

Não, já que é punível por lei.

A verdade é que é ilegal pedir um crédito que tenha o propósito de arcar com as despesas de uma entrada inicial, mesmo que não seja com a mesma entidade onde queira fazer o crédito habitação.

Digamos que é uma forma de “enganar” os bancos e, hoje, já é punível por lei.

Portanto, se a casa que tem em vista não é um imóvel da banca, então não será mesmo possível um financiamento a 100%.

No entanto, a MaxCreditus pode ajudá-lo a conseguir as melhores condições de financiamento. Ao compararmos várias propostas de financiamento de entidades diferentes, terá acesso à melhor opção para o seu caso e para as suas finanças.

Como pagar menos de entrada inicial?

Agora que já sabemos que o máximo de financiamento é de 90% para casas que não estejam na banca, o melhor será chegar a esse patamar.
Para isso, terá de cumprir com certos parâmetros que fazem com que as entidades financeiras tenham mais confiança em si.
Estes são alguns fatores que contribuem para que consiga dar o mínimo de entrada:
Situação profissional estável – Convém que esteja com um contrato de trabalho e que apresente rendimentos consistentes para que
Adicionar uma pessoa ao contrato – Se ambos tiverem um bom perfil financeiro, será mais fácil comprovar que as mensalidades serão sempre pagas a tempo e horas.
Incluir um fiador – Este passo será sempre opcional. Porém, se conseguir arranjar alguém para esta posição, dará pontos extra na confiança do seu pedido de crédito.
Ter taxa de esforço baixa – Refere-se à percentagem do seu rendimento que dedica a pagar as suas prestações de crédito e não deverá exceder os 33%. Uma taxa de esforço baixa significa que tem folga financeira para arcar com mais despesas, neste caso, uma prestação de crédito habitação.
Não entrar em incumprimentos de crédito – É importante que considere o seu Mapa de Responsabilidades, já que os bancos vão pedir esse mesmo documento antes de propor qualquer empréstimo. Assim, veja se tem alguma dívida e se apresenta um bom histórico bancário.
Simular o crédito habitação – O melhor será comparar diferentes propostas de financiamento em várias instituições bancárias já que cada entidade pode oferecer uma entrada inicial diferente consoante as suas condições.

Tenho de contratar os seguros proposto pelo banco?

Não. Apesar de a instituição financeira poder propor um determinado seguro de vida, o cliente tem sempre o direito de escolher aquele que achar mais adequado, podendo para isso recorrer a outra entidade.

É possível transferir o crédito habitação para outra entidade bancária?
Posso usar o Crédito Habitação para comprar um espaço comercial/loja/alojamento local?
Posso pedir um empréstimo de Crédito Habitação sozinho/a?
Posso pedir um empréstimo de Crédito Habitação para aquisição de imóvel que ainda se encontra em construção?
Posso pedir um Crédito Habitação para aquisição de terreno sem ter um projeto para construção de imóvel?
O meu estado civil vai alterar/alterou, que implicações é que essa alteração tem no meu empréstimo de Crédito Habitação?

Obras em casa?

Confie nos profissionais, temos diversas parcerias para o ajudar naquelas obras em casa.

Gostamos de ver nossos clientes satisfeitos com todos os nossos serviços.

Por isso a melhor forma de gratificar os clientes que recomendam os
nossos serviços é ajudar naquelas contas do dia-a-dia.
Recomende nossos serviços e recebe uma gratificação.

Conheça a nossa garantia de serviços

Promova sua propriedade connosco

e deixe-nos fazer o resto.

A nossa missão é ajudar na concretização dos seus sonhos com as melhores condições do mercado.

Valores

  • Confiança
  • Excelência
  • Compromisso
  • Ética
  • Segurança
  • Transparência

Future

Marca Comercial de

Morada

Rua das Mimosas 17-A

3070-747 Praia de Mira

Portugal

Intermediário de Crédito: Vinculado, registado no Banco de Portugal com o nº 0006010

Mutuantes com contrato de vinculação: NOVO BANCO, SA; BANCO BPI, SA; BANKINTER, SA – SUCURSAL EM PORTUGAL; BANCO CTT, SA; CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS, SA.

Apólice Seguro de Responsabilidade Civil: Crédito Hipotecário: 2520213 – Hiscox, S.A. Sucursal em Portugal, válido de 25/06/2020 até 24/06/2021 | Crédito ao Consumo:  2520214 – Hiscox, S.A. Sucursal em Portugal, válido de 25/06/2020 até 24/06/2021.

Centro de Resolução de Conflitos: CNIACC – www.cniacc.pt | CACRC – www.centrodearbitragemdecoimbra.com

Gostamos de ver nossos clientes satisfeitos com todos os nossos serviços.

Por isso a melhor forma de gratificar os clientes que recomendam os
nossos serviços é ajudar naquelas contas do dia-a-dia.
Recomende nossos serviços e recebe uma gratificação.

Conheça a nossa garantia de serviços

A nossa missão é ajudar na concretização dos seus sonhos com as melhores condições do mercado.

Valores

  • Confiança
  • Excelência
  • Compromisso
  • Ética
  • Segurança
  • Transparência

Future

Marca Comercial de

Morada

Rua das Mimosas 17-A

3070-747 Praia de Mira

Portugal

Intermediário de Crédito: Vinculado, registado no Banco de Portugal com o nº 0006010

Mutuantes com contrato de vinculação: NOVO BANCO, SA; BANCO BPI, SA; BANKINTER, SA – SUCURSAL EM PORTUGAL; BANCO CTT, SA; CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS, SA.

Apólice Seguro de Responsabilidade Civil: Crédito Hipotecário: 2520213 – Hiscox, S.A. Sucursal em Portugal, válido de 25/06/2020 até 24/06/2021 | Crédito ao Consumo:  2520214 – Hiscox, S.A. Sucursal em Portugal, válido de 25/06/2020 até 24/06/2021.

Centro de Resolução de Conflitos: CNIACC – www.cniacc.pt | CACRC – www.centrodearbitragemdecoimbra.com